segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Mad love. (Parte 2)

• • Texto inspirado nos personagens Harley Quinn e Joker do Filme Esquadrão Suicida • •

---------------

Mad love. Parte 2






 " Eu irei te amar até que odeie-me.." 


          — Porque me sequestrou sabendo que ele irá achar me e tirar daqui de qualquer forma?


A "boneca" do crime tão perigosa quanto seu amor Joker,mais conhecida como Harley Quinn..dirigia suas palavras ao homem morcego enquanto era mantida presa numa cela,consequências por mais cedo ter sido  raptada pelo justiceiro enquanto andava a sós pela madrugada fria e vazia de Gotham.


          — Porque tem tanta certeza disso? 


          — Somos indestrutíveis Batman. Você sabe disso como qualquer outro.


O mesmo apenas sorriu de canto,bufando como se a frase de Harley significasse só mais uma piada de mal gosto,deboche.


           — Andando a sós pelas rua de noite...está tentando chamar a atenção do palhaço pois provavelmente foi trocada por alguma outra coisa novamente. 


            — Na verdade eu estava meio entediada senhor Morcego,e quis vir brincar um pouco contigo. (risos) 
     

A mesma lixava suas unhas como se realmente não se importasse com nada,sorrindo e gargalhando para talvez demonstra-lo que era insensível à tudo isso.

Mas o morcego enxergava seus olhos vazios e sem vida,sabia que apesar do acidente no tanque  químico,Harley era muito humana ainda. 

Sensível,do tipo que esconde seus sentimentos a qualquer custo,mas se derrama e dissolve ao estar a sós.

   
              — Entediada? Você mente muito mal por sinal. 


               — Você já se apaixonou perdidamente por alguém?


               — Sabe que não tenho tempo para isso.
            

               — É por isso que você não é  capaz de me compreender Morcego. (risos) 


                — Quem devia lhe dizer isso sou eu..Quem daria a vida por alguém como ele? 


                — Eu não sou diferente dele,por isso nos completamos. (risos)


                 — Você apenas se tornou assim por causa dele,ainda pode ser salva. Mas não quer,pois ser salva significa ficar longe de Joker.


Batman virou lhe as costas mas suas palavras continuaram a ecoar pela cabeça da mesma..

" Mas você não quer ser salva. "

Sorriu novamente antes de esticar todo seu corpo pela cela.


               — Como se eu tivesse escolha..


" Quando meus olhos encontraram os seus pela primeira vez,eu não passava de uma sonhadora garota formada em psicologia,em busca de desafios para se tornar uma doutora brilhante e fugir da vida sem sentido  que minha família levava..o problema é que o desafio poderia ser qualquer um. Mas era você..Joker. 

Diziam que você era do tipo de  paciente psicopata sem mais solução,o louco que ninguém ousava tentar algo..mas eu jurava a todos que iria te curar. 
 
Vestida de Dra. Harleen Quinzel,jaleco branco,saltos finos e vermelhos da cor dos seus lábios,uma sala mal iluminada ocupada por uma mesa e cadeira,onde você se encontrava sentado à minha frente.

Uma doutora,e um psicótico criminoso..entre a clareza e insanidade,fora assim nossas vidas foram traçadas.. " 

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Mad Love. ( Parte 1 )

 • • Texto inspirado na música "Body" do rapper coreano Mino, e nos personagens Harley Quinn e Joker do filme Esquadrão Suicida. • •

------------- 


" Ah meu amor,eu sinto sua falta (...)
Onde estás agora? estaria com outro alguém,enquanto eu tento matar meus pensamentos dominados por você,com mais bebida alcoólica?

Saudade da sua essência impregnando meus sentidos,de admirar a formosidade dos teus lábios,sua respiração sobre meu corpo.

Droga. Ainda consiga senti-lo por perto,talvez eu devesse fazer lhe uma ligação fingindo ter errado de número? Rindo feito um boba pelo telefone,soltando em palavras o quão intenso é o que eu sinto,depois dizendo que é tudo culpa do whisky?

Sabe meu bem,o problema  é que a culpa disso é toda sua...

Detalhes estão fotografados,me lembro do quão doce sua voz era,das  horas aninhada em seus braços admirando cada pequena parte de ti.

Seu beijo era tão inesquecível quanto você por inteiro,posso ainda sentir sua fragrância pelos cômodos..até joguei fora aquele lençol de cama contendo seu perfume,mas meus olhos insistem em desenhar sua silhueta em frente à mim,como memórias que jamais deixam me adormecer em paz após você ter partido..."


            — Me diga onde ela está ou pode ser que não exista mais um amanhã para você.


Ouvia se a voz alterada do palhaço de cabelos verdes e pele pálida,autor dos planos mais maníacos para destruir a cidade de Gotham,rei do crime,mais conhecido como Joker.

 
             — Aceite que ela cansou senhor palhaço,ela não quer mais ser tratada como um brinquedo. 


             — Mas ela não é qualquer brinquedo..ela é o meu favorito. 


              — Admita de uma vez por todas que você enlouquece mais ainda sem ela.

Um grito de raiva fora escutado ao mesmo tempo que o aparelho celular em suas mãos voou para o outro lado da sala.

Sua angústia fora descontada nos estrondosos sons de objetos sendo quebrados,ao final seu "lar" encontrava se totalmente destruído assim como seu interior,sem controle algum..mas ele dificilmente admitiria que toda essa bagunça dava se a falta de sua Harley Quinn..afinal..psicopatas são pessoas danificadas que se esqueceram de como é amar e se apaixonar,certo? 
Nada mais o alimentaria que a vontade de provar ao mundo que no fundo somos todos meio loucos,e que toda essa sanidade na qual o mundo civilizado diz ter,é  uma enorme sujeira mascarada de ilusão. 

" Porque alguns homens não procuram coisas lógicas como dinheiro. Eles não podem ser intimidades,ameaçados ou fazerem negócios. Alguns homens só querem ver o mundo queimar " (...)


" Paixão? (risos) Não sei o que é isso já faz muito tempo,o acidente que fez me cair no tanque de substâncias químicas mudou me por completo...mas na verdade bem antes o mundo já havia me mostrado que a humanidade atual  é egoísta demais para ter tal sentimento,no final..eles só gostam de romantizar um pacote de interesses e troca de favores. "


             — Prepare meu carro.


Ordenou a um de seus únicos empregados de confiança,enquanto limpava seus dedos sujos de sangue,resultado dos cacos de vidros de objetos quebrados.


             — Sim senhor. Será necessário contatar pelo telefone os outros homens? 


             — Não..não vou procurar por Harley. Deixei o serviço de acabar com sua vida por conta deles,já estão avisados. 


             — O senhor não tem coragem o suficiente para fazer isso com suas próprias mãos pois no fundo se importa com Harley..porque fazer isto? Ela é a única que pode te salvar de tudo. 


Seu empregado lhe disse já esperando levar um tiro ou receber palavras nada agradáveis,mas sabia que Joker jamais mataria o único que era lhe total fiel. 

   
              — Entenda que eu não posso ser salvo de mim mesmo,não há volta. Pessoas como eu,tais como outros criminosos  jamais terão uma vida normal como um dia tiveram..até porque..você sabe. Somos danificados. (risos)


Andou  em direção ao seu carro,enquanto gargalhava alto e deixava seu empregado refletindo se seu riso todo representava o orgulho de ser um dos mais perigosos e procurados da cidade,ou se apenas era uma tentativa de camuflar a falta que fazia a presença de Harley.

domingo, 4 de setembro de 2016

Sonhadora.

ps: Leia ao som de: Exo - She is dreaming. 



Mesmo depois de tanto tempo,tantas ilusões idiotas e o tempo perdido na insistência de pessoas erradas..ela continua a mesma.

Aquela garota sonhadora,na qual a vida não consegue de jeito algum arrancar-lhe seu romantismo,e aquela pitada de doçura e inocência.

Daquelas que guarda as decepções numa caixinha e esquece da existência..tudo bem,talvez não esqueça 100% mas é porque 99% dela leva tudo como lição e ainda acredita nas boas intenções das pessoas.

" Pra que deixar o mal ao redor esquentar sua cabeça? apenas se afaste disto  e rodeie sua volta de paz,amor,sonhos e quem lhe traz o bem no coração. 

Mesmo que as vezes tudo que precisamos,é aliviar os olhos cansados de segurar a vontade de chorar enquanto no meio da noite,o fone reproduz uma lenta melodia que vai entender tudo aquilo que muitos insistiriam em apelidar de drama " (...)

Ela é muito nova, meio inexperiente para dizer que sabe sobre o amor,mas não perdeu ainda a mania boba de se encantar facilmente por alguém,sentir um leve arrepio com o intenso olhar do tal "ele" ,de querer fazer charme e botar sua roupa preferida para destacar aos olhos,de quem rouba a atenção dela,de querer fazer feliz,quem ela gosta.

Garota meio clichê,mas ela é somente ela..já tentou ser dais mais diferentes,daquelas difíceis,cheia de marra,que não acredita mais no chocolate dos dias de namorado e nem no príncipe de branco.

Mas é..não funcionou. Porque seu coração de manteiga,dificilmente se tornaria de gelo.

Seus sentimentos,hoje controla melhor. Mas nunca são escondidos tão bem quanto uma joia bem guardada na gaveta do fundo...se não há um garoto que a entregue uma caixa de chocolates e um buquê,tudo bem. Isso já não a entristece como antes. 

Porque ela se presenteia com o melhor chocolate,ou em forma de amor faz um presente a suas amigas..sem aquela pressa de encontrar quem a de tal presente..

Porque a palavra príncipe não significa um homem montado em um cavalo branco,que a salva do mundo a fora..pode ser somente alguém vestido de branco,mas que a faz se sentir especial como uma princesa (...)

Ela só é sonhadora..já tentou não ser,mas sabe que tornar-se o que você não é..nunca irá dar certo.