quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O que eu queria hoje.

Sabe o que eu queria hoje? ah são tantas coisas..a rotina corre na mesmice de 5 dias por semana e 8 horas por dia.

Quando o fim de minhas obrigações chega já é sempre noite..costumo por o fone numa lenta melodia romântica, ou naquele rap cheio de significados..enquanto observo o movimento a fora da janela do carro ,desejando poder explorar cada canto da cidade rindo de forma despreocupada,como uma  criança por sede de crescer e descobrir o mundo a sua volta. 

As vezes me sinto como um pássaro preso.. tenho a chave da gaiola,mas simplesmente minhas condições impedem de usá-la e voar livremente. 

Disseram me que para tudo há uma condição,ser livre também não é de graça,vem com um  pacote cheio de responsabilidades ou a força de algumas vezes não se afundar na solidão. 

Mas sabe de uma coisa? Nunca fui alguém de andar em linha reta..é que quando sua vida sai dos trilhos,começamos  a sentir que somos capazes de ir a qualquer lugar..porque sou simplesmente assim,sem concerto,não tenho rumo certo. 

Jamais serei tão organizada como um armário  de livros ordenadas por nomes e cores..minha estante é meio torta,alguns livros estão escritos por incompleto,outros têm paginas demais. 

Eles representam meu excesso de sentimentos e sonhos,mas por outro lado minha falta de vontade de tornar se uma mera adulta realista e responsável. 

Solidão? ..ainda tenho o número de telefone dos meus amigos,sairei com eles quando tiver tempo,visitarei meus pais com frequência.. mas não  peço para estar sempre desacompanhada ah amor eu só quero estar livre,leve e solta para ir e voltar quando eu bem querer.

Escrevi isto sentada no banco de trás do carro,enquanto esperava meu pai para ir embora pós horas de trabalho que pareciam não acabar nunca. 

Baguncei meus cabelos e bufei,hoje aquela minha paixãozinha do trabalho não havia me dado um  " tchau " como nos outros dias.. no fone tocava aquela tal música clichê de casal,do rapper homem e a mulher cantora que acabaram por destruir o amor de ambos acompanhada da atmosfera noturna e tranquila. 

Essa má combinação deixou me sentindo um pouco vazia..mas então suspirei mais uma vez pensando o quão bobas eram minhas preocupações.  

Nesse momento eu tanto quis..queria num  passe de mágica tirar o uniforme igual e sem graça e colocar aquela minha roupa preferida,passar um perfume,chamar uns amigos e ir comer..conversar sobre tudo,questionar o universo nas ruas de madrugada da cidade,visitar um bar e conhecer novas pessoas,rir como se não houvesse amanhã. 

Eu poderia me demitir deste trabalho,marcar uma passagem de última hora pro outro lado do mundo,levar só uma mochila e muita coragem. 

Mas era quarta-feira..os amigos ocupados trabalhando ou na faculdade,outros longe  demais..os Bars estariam vazios pois era dia de semana,eu ainda teria mais 2 longos dias de expediente..as conversas aconteceram somente via telefone enquanto tivéssemos tempo para responder. 

Eu não podia me demitir pois precisava de dinheiro,a conta bancária não bancava uma viagem desta..ah,a realidade. 

Se querem saber o porque de eu viver tão fora da realidade aqui está a resposta..o que seriamos sem nossos sonhos? 

Sabe porque gosto tanto de festivais? Essa é a verdade..quando estou na multidão de pessoas,todas loucas no bom sentido,sinto que posso ser o que eu bem querer,o ritmo das minhas musicas preferidas fazem meu coração bater mais forte e os olhos se encherem de brilho.

Meu riso é verdadeiro,não do tipo fingido..é como estar em outra dimensão. 

Porque sobreviver não é viver de verdade..viver é não viver a realidade. 

E enquanto batalho para tornar tudo isto que eu quero verdade,momentos como estes é o que me manterão viva por dentro. 

sábado, 26 de novembro de 2016

Insana Romancista.

Escrito ao som da música "Lie" do Rapper Coreano Mad Clown com o Feat de Lee Haeri <3



" Eu sempre fui assim,tão cheia de defeitos..sabe ontem à noite me disseram que eu não tenho concerto.

Daquelas que é feita de exageros,sonha tanto que vive com os pés acima do chão e a mente na nuvens,sente demais,possui dentro de si sentimentos tão intensos,do tipo que não consegue deixar de ser fantasiosa em seu próprio mundo e se recusa a viver por inteira na realidade.

Alinho essas palavras escritas enquanto penso o quando já paguei por este meu jeito de viver,porque nem todos sabem lidar com a intensidade,enquanto eu transformo os pequenos momentos em grandes cenas outros levam tudo na simples leveza do instante ou numa brincadeira qualquer.

Desculpa,eu não sei brincar muito,porque quando acho que estou apenas jogando meu coração começa levar tudo muito a sério..Mas não me culpo mais. Apenas aceito ser essa eterna e louca romancista,perdida no meio de  pessoas cheias de sanidade eu sou aquela insana apaixonada,entre tantas almas frias serei aquela que incendia emoções,porque não me encaixo nos inúmeros amores de curta validade.

Não nego..às vezes chega a ser cansativo ser assim,me xingar por ser dessa maneira acontece diariamente,enquanto rio ou apenas balanço a cabeça negativamente pelas milhões de fantasias desnecessárias  que minha mente cria.

Me lembro das noites embebedando me para mais uma vez tentar esquecer aquele nome proibido,o garoto que não vale a pena,quantas vezes já estive  quebradas em pedaços por coisas tão insignificantes? 

Mas sabe,já não vejo isso somente pela visão ruim..gosto de sorrir boba lembrando por quantas vezes me arrisquei em pequenas paixões  incertas,o quanto aprendi,são muitas histórias a ser ditas.

Num dias desses encontrei do outro lado do balcão do bar aquela pessoa que partiu meu coração em abril desse ano,que ignorou minha ultima mensagem de " desculpas " ..aquele que eu tentei tanto evitar ver cara a cara,no qual parei até de ir a lugares que sabia que iria encontrá-lo.

No instante que o vi ali,pensei que já teria minha madrugada estragada,sussurrei um "droga" a mim mesma e contei tudo a uma amiga que junto estava.

Cheguei a imaginar o que ele sentiria ao ver me em sua frente depois de 6 meses..Mas acabei apenas rindo quando ela disse me que aquela tal pessoa não parava de direcionar seu olhar a mim. 

Por fim às horas passavam,já não importava,nem doía.

Pois como a vida gosta de sacanagens,logo depois  entre a multidão me deparo com aquele outro garoto que não saia da minha mente ultimamente..fora somente um beijo na bochecha de cumprimento e um levíssimo abraço de 2 segundos.

Ele sumira entre todos,na companhia de seus amigos..nunca fôramos tão íntimos,talvez minha presença não fizesse tanta diferença..suspirei. 

O encontro do fim de um ciclo com um outro início..de nada adiantaria bufar ou questionar o porque de tudo ser assim..tudo bem,poderia ser somente coincidências,ou nada tão fora do comum.

Simplesmente a vida seguindo,e duas pessoas vivendo seus finais de semana.

Veja só..mas minha mente insistirá em criar acasos do destino,alegando ter um motivo de exatamente aquelas 2 pessoas estarem ali.

Mas ao final já não persisto em lutar contra isso..há coisas dentro de nós que jamais irão mudar,por mais que aprendemos a esconder melhor dos olhos a nossa volta. 

Então apenas deixo me admitir,ser uma amante dos romances tão cheia de sonhos..deixo a vida me levar como quem relaxa nas águas do mar e já não insiste em nadar contra a maré e acabar por se afogar.. "


Ps: Deixo por fim para representar este texto um beijo entre a Harley e seu amado Joker..pois apesar das traições,e de tantos apesares,Harley nunca conseguiu deixar de lado essa sua paixão,ela não foi capaz de passar por cima de seus sentimentos que sempre foram mais fortes que a própria  e seguir a vida..o que por parte a torna uma insana romancista.



terça-feira, 22 de novembro de 2016

Atração.

Venha aqui,direcione  seu olhar  a mim,deslize seus dedos por meu fios poucos loiros,solte em meus ouvidos palavras cheia de doçuras e malícias.

Passeie com suas mãos por toda minha silhueta lentamente como se tivéssemos todo o tempo do mundo,assim eu encararia seus belos lábios para que eles se encaixassem  aos meus numa devagar melodia..

Talvez não saiba,mas se virasse a mim naquela vez em que conversamos,veria meus olhos queimarem de desejo por ti,sentiria meu riso tão alegre contigo.

Ah não,é..foi somente uma conversa de talvez ala 5 minutos,mas tudo bem. Eu sempre fui assim de cair em tentação tão facilmente..porque então eu resistiria a sua voz pouco rouca,e a sua maneira tão sem regras de viver?

Não me leve a mal..sei que pouco nos conhecemos além de pequenas conversas daqui e ali,entre os encontros e desencontros das festas e dos nossos amigos em comum..pois é assim meu bem,se eu pudesse já teria jogado fora o que sinto por ti,mas tudo surgiu  de repente e eu nunca fui alguém de saber controlar um coração tão intenso quanto o meu,que não importa quantas vezes for despedaçado,nunca perderá a velha mania das bobas paixonites e atrações.

Não irei dramatizar..não é amor à primeira vista nem uma paixão de longa data ,mas uma atração sem motivo..daquelas que fazem me ter  vontade de descobrir o sabor dos teus lábios,ou a velocidade de seu beijo,como seria ter seu abraço e seu aroma grudado em mim.

Do tipo que já virou mania admirar em segredo tuas fotos,ou desejar estar no lugar daquelas garotas na qual parecem ter tanta intimidade contigo..

Eu sei..talvez você goste de outra,não se importe com o que sinto,talvez não nem queira  ler este texto.

Mas é exatamente por isto escrevo aqui,somente mais um desabafo,das minhas meras " fantasias " que não se realizam. 

É por isso..se não lhe direi o que sinto boca boca,que então esteja registrado em palavras temperadas de uma
  " poeta apaixonada " 

Porque para os amantes da escrita e das aventuras românticas assim funciona,se não virar felicidade ou realidade,irá virar texto ou poema.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Mad love. ( Parte 3 )

Mad love. Parte 3

" Confesso ter sentido um pequeno frio no estômago em nosso primeiro encontro,eu conheceria frente à frente o mais temido da cidade..quando a porta de ferro fora aberta e a ponta de meus saltos ecoaram pelo chão sem vida daquela sala de presídio,respirei fundo antes de ouvir seu baixo riso,suas mãos sobre o queixo. Numa pose de quem planejava algo estrondoso. 

Seus olhos claros eram tão mais profundos do que imaginava,desde o primeiro segundo próxima a ti,quis saber o tanto de loucura carregava por trás de seu sorriso metálico e psicótico. 

* Irei decifrar cada parte desse seu labirinto,e só irei parar quando achar o caminho final para a sanidade. • 

Fora a primeira frase que ecoou sobre minha mente,desde que eu sentara naquela velha cadeira branca,  e escutava atentamente a cada palavra que saia de seus lábios borrados de vermelho. 


          — Então..qual seu verdadeiro nome?


Segurei minha agenda,já que ali era extremamente proibido o uso de aparelhos eletrônicos próximo a pacientes..mais especificamente perto de Joker. Diziam que o mesmo iria manipular me a contatar seus aliados e tirá-lo dali..eu não duvidará de sua capacidade,mas na época ainda achava tudo isso uma grande besteira.

Até porque,em minha cabeça. Eu nunca seria domada por seu controle.   

  
           — Porque está perguntando Dra? sabe que meu nome é Joker..


           — Quero saber seu nome  mesmo,sem apelidos..


          — Tudo bem..mas vou dizer somente para você meu doce..Entendeu? nosso segredinho (risos) ..É John. 
      

O mesmo sussurrou baixo,enquanto encostava a ponta de seu dedo em meus lábios,indicando total silêncio. E seus olhos se encontravam diferentemente com os meus..

Um paciente com a classificação de Joker,denominado "extremante perigoso" deveria estar sempre amarrado para evitar quaisquer contato com seu psicólogo.

Mas eu queria que tudo fosse diferente. Para descobri-lo por inteiro jamais deveria prendê-lo ou intimidar,apenas tornar-se alguém que ele confiava ao ponto de abrir suas ideias a mim..era o que minha consciência justificava para tal ato naquele tempo. 

Então eu apenas sorri,mencionando que iria guardar seu segredo,enquanto afastava devagar sua mão próxima a minha boca.


            — Ótimo..vamos continuar nossa conversa,me conte mais John. 


             — Já temos toda essa intimidade querida Dra?


             — Acho que poderemos ser grandes amigos..porque não? 


             — Gosto dessa sua ousadia Dra Quinn.. (risos) 

* Ela pensava que está o curando,mas estava se apaixonando •  (...) " 

            

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Mad love. (Parte 2)

• • Texto inspirado nos personagens Harley Quinn e Joker do Filme Esquadrão Suicida • •

---------------

Mad love. Parte 2






 " Eu irei te amar até que odeie-me.." 


          — Porque me sequestrou sabendo que ele irá achar me e tirar daqui de qualquer forma?


A "boneca" do crime tão perigosa quanto seu amor Joker,mais conhecida como Harley Quinn..dirigia suas palavras ao homem morcego enquanto era mantida presa numa cela,consequências por mais cedo ter sido  raptada pelo justiceiro enquanto andava a sós pela madrugada fria e vazia de Gotham.


          — Porque tem tanta certeza disso? 


          — Somos indestrutíveis Batman. Você sabe disso como qualquer outro.


O mesmo apenas sorriu de canto,bufando como se a frase de Harley significasse só mais uma piada de mal gosto,deboche.


           — Andando a sós pelas rua de noite...está tentando chamar a atenção do palhaço pois provavelmente foi trocada por alguma outra coisa novamente. 


            — Na verdade eu estava meio entediada senhor Morcego,e quis vir brincar um pouco contigo. (risos) 
     

A mesma lixava suas unhas como se realmente não se importasse com nada,sorrindo e gargalhando para talvez demonstra-lo que era insensível à tudo isso.

Mas o morcego enxergava seus olhos vazios e sem vida,sabia que apesar do acidente no tanque  químico,Harley era muito humana ainda. 

Sensível,do tipo que esconde seus sentimentos a qualquer custo,mas se derrama e dissolve ao estar a sós.

   
              — Entediada? Você mente muito mal por sinal. 


               — Você já se apaixonou perdidamente por alguém?


               — Sabe que não tenho tempo para isso.
            

               — É por isso que você não é  capaz de me compreender Morcego. (risos) 


                — Quem devia lhe dizer isso sou eu..Quem daria a vida por alguém como ele? 


                — Eu não sou diferente dele,por isso nos completamos. (risos)


                 — Você apenas se tornou assim por causa dele,ainda pode ser salva. Mas não quer,pois ser salva significa ficar longe de Joker.


Batman virou lhe as costas mas suas palavras continuaram a ecoar pela cabeça da mesma..

" Mas você não quer ser salva. "

Sorriu novamente antes de esticar todo seu corpo pela cela.


               — Como se eu tivesse escolha..


" Quando meus olhos encontraram os seus pela primeira vez,eu não passava de uma sonhadora garota formada em psicologia,em busca de desafios para se tornar uma doutora brilhante e fugir da vida sem sentido  que minha família levava..o problema é que o desafio poderia ser qualquer um. Mas era você..Joker. 

Diziam que você era do tipo de  paciente psicopata sem mais solução,o louco que ninguém ousava tentar algo..mas eu jurava a todos que iria te curar. 
 
Vestida de Dra. Harleen Quinzel,jaleco branco,saltos finos e vermelhos da cor dos seus lábios,uma sala mal iluminada ocupada por uma mesa e cadeira,onde você se encontrava sentado à minha frente.

Uma doutora,e um psicótico criminoso..entre a clareza e insanidade,fora assim nossas vidas foram traçadas.. " 

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Mad Love. ( Parte 1 )

 • • Texto inspirado na música "Body" do rapper coreano Mino, e nos personagens Harley Quinn e Joker do filme Esquadrão Suicida. • •

------------- 


" Ah meu amor,eu sinto sua falta (...)
Onde estás agora? estaria com outro alguém,enquanto eu tento matar meus pensamentos dominados por você,com mais bebida alcoólica?

Saudade da sua essência impregnando meus sentidos,de admirar a formosidade dos teus lábios,sua respiração sobre meu corpo.

Droga. Ainda consiga senti-lo por perto,talvez eu devesse fazer lhe uma ligação fingindo ter errado de número? Rindo feito um boba pelo telefone,soltando em palavras o quão intenso é o que eu sinto,depois dizendo que é tudo culpa do whisky?

Sabe meu bem,o problema  é que a culpa disso é toda sua...

Detalhes estão fotografados,me lembro do quão doce sua voz era,das  horas aninhada em seus braços admirando cada pequena parte de ti.

Seu beijo era tão inesquecível quanto você por inteiro,posso ainda sentir sua fragrância pelos cômodos..até joguei fora aquele lençol de cama contendo seu perfume,mas meus olhos insistem em desenhar sua silhueta em frente à mim,como memórias que jamais deixam me adormecer em paz após você ter partido..."


            — Me diga onde ela está ou pode ser que não exista mais um amanhã para você.


Ouvia se a voz alterada do palhaço de cabelos verdes e pele pálida,autor dos planos mais maníacos para destruir a cidade de Gotham,rei do crime,mais conhecido como Joker.

 
             — Aceite que ela cansou senhor palhaço,ela não quer mais ser tratada como um brinquedo. 


             — Mas ela não é qualquer brinquedo..ela é o meu favorito. 


              — Admita de uma vez por todas que você enlouquece mais ainda sem ela.

Um grito de raiva fora escutado ao mesmo tempo que o aparelho celular em suas mãos voou para o outro lado da sala.

Sua angústia fora descontada nos estrondosos sons de objetos sendo quebrados,ao final seu "lar" encontrava se totalmente destruído assim como seu interior,sem controle algum..mas ele dificilmente admitiria que toda essa bagunça dava se a falta de sua Harley Quinn..afinal..psicopatas são pessoas danificadas que se esqueceram de como é amar e se apaixonar,certo? 
Nada mais o alimentaria que a vontade de provar ao mundo que no fundo somos todos meio loucos,e que toda essa sanidade na qual o mundo civilizado diz ter,é  uma enorme sujeira mascarada de ilusão. 

" Porque alguns homens não procuram coisas lógicas como dinheiro. Eles não podem ser intimidades,ameaçados ou fazerem negócios. Alguns homens só querem ver o mundo queimar " (...)


" Paixão? (risos) Não sei o que é isso já faz muito tempo,o acidente que fez me cair no tanque de substâncias químicas mudou me por completo...mas na verdade bem antes o mundo já havia me mostrado que a humanidade atual  é egoísta demais para ter tal sentimento,no final..eles só gostam de romantizar um pacote de interesses e troca de favores. "


             — Prepare meu carro.


Ordenou a um de seus únicos empregados de confiança,enquanto limpava seus dedos sujos de sangue,resultado dos cacos de vidros de objetos quebrados.


             — Sim senhor. Será necessário contatar pelo telefone os outros homens? 


             — Não..não vou procurar por Harley. Deixei o serviço de acabar com sua vida por conta deles,já estão avisados. 


             — O senhor não tem coragem o suficiente para fazer isso com suas próprias mãos pois no fundo se importa com Harley..porque fazer isto? Ela é a única que pode te salvar de tudo. 


Seu empregado lhe disse já esperando levar um tiro ou receber palavras nada agradáveis,mas sabia que Joker jamais mataria o único que era lhe total fiel. 

   
              — Entenda que eu não posso ser salvo de mim mesmo,não há volta. Pessoas como eu,tais como outros criminosos  jamais terão uma vida normal como um dia tiveram..até porque..você sabe. Somos danificados. (risos)


Andou  em direção ao seu carro,enquanto gargalhava alto e deixava seu empregado refletindo se seu riso todo representava o orgulho de ser um dos mais perigosos e procurados da cidade,ou se apenas era uma tentativa de camuflar a falta que fazia a presença de Harley.

domingo, 4 de setembro de 2016

Sonhadora.

ps: Leia ao som de: Exo - She is dreaming. 



Mesmo depois de tanto tempo,tantas ilusões idiotas e o tempo perdido na insistência de pessoas erradas..ela continua a mesma.

Aquela garota sonhadora,na qual a vida não consegue de jeito algum arrancar-lhe seu romantismo,e aquela pitada de doçura e inocência.

Daquelas que guarda as decepções numa caixinha e esquece da existência..tudo bem,talvez não esqueça 100% mas é porque 99% dela leva tudo como lição e ainda acredita nas boas intenções das pessoas.

" Pra que deixar o mal ao redor esquentar sua cabeça? apenas se afaste disto  e rodeie sua volta de paz,amor,sonhos e quem lhe traz o bem no coração. 

Mesmo que as vezes tudo que precisamos,é aliviar os olhos cansados de segurar a vontade de chorar enquanto no meio da noite,o fone reproduz uma lenta melodia que vai entender tudo aquilo que muitos insistiriam em apelidar de drama " (...)

Ela é muito nova, meio inexperiente para dizer que sabe sobre o amor,mas não perdeu ainda a mania boba de se encantar facilmente por alguém,sentir um leve arrepio com o intenso olhar do tal "ele" ,de querer fazer charme e botar sua roupa preferida para destacar aos olhos,de quem rouba a atenção dela,de querer fazer feliz,quem ela gosta.

Garota meio clichê,mas ela é somente ela..já tentou ser dais mais diferentes,daquelas difíceis,cheia de marra,que não acredita mais no chocolate dos dias de namorado e nem no príncipe de branco.

Mas é..não funcionou. Porque seu coração de manteiga,dificilmente se tornaria de gelo.

Seus sentimentos,hoje controla melhor. Mas nunca são escondidos tão bem quanto uma joia bem guardada na gaveta do fundo...se não há um garoto que a entregue uma caixa de chocolates e um buquê,tudo bem. Isso já não a entristece como antes. 

Porque ela se presenteia com o melhor chocolate,ou em forma de amor faz um presente a suas amigas..sem aquela pressa de encontrar quem a de tal presente..

Porque a palavra príncipe não significa um homem montado em um cavalo branco,que a salva do mundo a fora..pode ser somente alguém vestido de branco,mas que a faz se sentir especial como uma princesa (...)

Ela só é sonhadora..já tentou não ser,mas sabe que tornar-se o que você não é..nunca irá dar certo.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Coleção de paixões.


Num dia desses de folga resolvi ir sozinha à praia..sem compromisso,sem hora,sem regras.

Eu e minha própria companhia,um momento a si mesma,as nuvens enfeitando o céu no formato de algodão,poucas famílias rindo ao redor,a maré rasa as 11 da manhã,deitei me ao som de uma música qualquer no aleatório..mas infelizmente não consegui evitar imaginar como seria você sentado a minha frente dizendo bobeiras e rindo à toa. 

Talvez estivéssemos entre amigos e conhecidos..você inventaria de comprar algumas bebidas,acenderia um cigarro insistindo para que todos nós ficássemos até o anoitecer,ou ao amanhecer do próximo dia..e eu concordaria.

Pois pouco te conheço,mas imagino que nosso jeito de gostar das madrugadas de verão,e querer aproveitar todas as horas ao máximo se combinem.

Pois talvez eu fosse louca o suficiente para aceitar todas as suas propostas aventureiras,só para poder te sentir mais perto de mim,seja lá como amigos,ou parceiros de saídas..

Mas quem eu estou tentando enganar? a mim mesma mesma? sei que no fundo está estampado em meus olhos, que não me sentiria feliz vendo o ter outra em seu braço,que suspiro fundo quando vejo suas frases românticas não dedicadas a mim,e aquele trecho de música que você escuta pensando nela.

Não..nada sei sobre quem é ela,nem procurarei saber..nada é planejado. O conheci sem querer,numa noite dessas,não me lembrava de ter te visto em algum lugar,sua vida você não me contou..sabe só o que eu sei? é que mais uma vez me apaixonei pelo sorriso de um desconhecido. 

Mal irei dizer que foi paixão à primeira vista,talvez atração? uma vontade enorme de conhecer cada pequena parte de você,como dessas pessoas em que vemos no ponto de ônibus,depois nunca mais voltamos a encontrar..

Infelizmente tenho essa parte,na qual se sente atraída por qualquer um que sorrir docemente,que simpatizar mesmo no primeiro contato,gosto de simplicidade sem frescura..mesmo quando por apenas educação.

Tenho uma coleção no coração,das pessoas na qual roubaram minha atenção,mas que apenas ficaram lá..de enfeite..e espero que logo você vire mais uma dessas histórias,para mim seguir em frente sem pensar em alguém,que mal lembra meu primeiro nome.

terça-feira, 28 de junho de 2016

I'm so into you (...)

E agora? Olha o que você fez surgir dentro de mim.
Uma vontade louca de sair correndo te encontrar,que seja no meio da madrugada ou em pleno sol da manhã.

Não,nossos lábios nem se trocaram,eu ainda não conheço o seu sabor.

Da sua voz eu pouco escutei,mas já gostei..dos seus olhos eu mal olhei algumas vezes,mas já senti vontade de poder ver-los mais próximos de mim.

Estou tão na sua,me falta ar quando penso em te ter mais perto ( I'm so into you,baby..)

Você sabe. Sou de poucas palavras,então quando me ver apenas me abrace,quero sentir teu perfume na minha roupa.

Naquele dia em que nos conhecemos,me entristeci por não ter seu cheiro em minha regata preta quando voltei para casa,nada mais que lembranças em minha mente,oh..eu quero mais lembranças contigo.

Me diz quando verei te novamente,quero me aventurar rindo de sua companhia,enquanto você dirige a alta velocidade e eu sorrio..não precisa ser só nós dois. Leve seus amigos,eu trago os meus..o importante é que você estará ali,comigo.

Mande uma mensagem dizendo que ainda se lembra de mim,qualquer coisa. 

Cause I'm so into you..

E agora? sorria de novo para mim,diga novamente que gostou de me ver mais de perto. 


Se você remexesse devagarinhos em meus fios,eu sorriria docemente,se me puxasse para o seu colo,eu me aconchegaria em seus braços. 

E agora? o que eu faço com essa chama que você acendeu? 

Oh baby,look what you started (...) 

Um pouco menos de conversa,um pouco mais de toque em meu corpo.

Porque eu só lhe vi uma vez,mas estou tão na sua.

Me telefone,me procure. Me diga que logo nos veremos..

Você é aquele instante tatuado em minha mente,na qual deixou saudades,brisa leve de verão que encanta, mas logo some como a areia que escorrega entre nossos dedos,por mais que tentemos segura-la.

Talvez você goste de outra,e já tenha esquecido meu nome.

" aquela noite foi tão boa,pena que o tempo voa" (...) 

Mas já se passaram quase uma semana desde aquela noite,e eu ainda me lembro de seu nome..só suspiro esperando que os dias façam me pensar em outras coisas..pois de pessoas pelas quais me encantei,mas me esqueceram..a lista já está cheia.

Oh baby..mas se o tempo não curar isso,culparei minha amiga por me chamar naquele lugar onde você estava,culparei você por ter sido encantador..ou apenas eu mesma. Que ainda não aprendeu que atração recíproca,não se encontra tão facilmente,que gostar de gente que pouco conhece..é loucura.


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Então eu sorri para a vida...❤️

Mas quanto mais a vida cobra da gente,mas ainda queremos levar tudo na brincadeira.

Porque no meio das tantas faculdades que eu deveria escolher,nas responsabilidades de não ser mais aquela mesma pessoa de 15 anos,nas reuniões familiares em que me perguntam o que eu quero da vida,quando apontam me o dedo dizendo que eu deveria tomar juízo...o que eu mais desejo é sair despreocupada numa noite de sexta feira..

Com a leveza na alma,e o coração preenchido de adrenalina,nas noitadas por aí em que a brisa gostosa do verão movimenta meus fios de cabelos,dentro de um carro com os amigos,aquela nossa música preferida tocando em som máximo.

Sem hora para voltar a casa,nosso único relógio é a lua cheia iluminando  o céu estrelado,e o sol da manhã aquecendo nossos corpos cansados depois de uma longa  madrugada.

Porque às vezes é necessário fugir um pouco,para depois respirar fundo..contar inúmeras vezes 1 2 3 e não desistir de nossas metas.

Seja lá adolescente ou um mero adulto na meia idade.

Não somos irresponsáveis..todo adulto também tem seus momentos em que suspira cansado,trabalho excessivo,contas a pagar..a saudade da juventude em que tudo parecia mais leve.

Nós só queremos..eu só quero..

Poder  gritar para meio mundo,que seja numa praia vazia as 2 da manhã de um sábado,depois rir descontroladamente de meus problemas como se eles não existissem,correr livremente pela areia sujando os pés,naquele ditado em que diz que nada mais importa do que apenas ser feliz.

Mas num dias desses as 3 da madrugada,olhei a passagem à fora da janela do carro,ri com meus amigos cantando loucamente e assustando as pessoas que passavam por nós,sentia a velocidade do veículo trazer arrepios a pele,fechei meus olhos e sorri..

Pois sim,senti que não importa o quão as coisas estejam pesando,as lágrimas derramadas e as inúmeras vezes em que repetimos "está tão difícil" a vida vale a pena sim..principalmente quando aprendemos a enxerga-lo como nos olhos que brilham de um adolescente apaixonado repleto de sonhos..mas isso não é questão de idade.
 
É questão de deixar que os pequenos,mas bons momentos preencham nosso coração para assim respirarmos fundo e dar risada mais vezes. 

Pois quando você sorri a vida,ela retribui. 

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Se molhe..

Hoje o dia amanheceu chovendo,enquanto eu passei a madrugada observando pela janela debaixo das cobertas..as gotas molharem o vidro de meu quarto,e o vento da tempestade balançar os cabides pendurados na  varanda.

A chuva pode ter significados e trazer lembranças aleatórias diferentes para cada ser desta terra.

Ainda me lembro do dia em que uma forte ventania,e nuvens cobriam  o céu num tom cinza,numa quinta-feria de abril..já era quase noite,e mesmo com todas as circunstâncias eu insisti em botar um short jeans,uma jaqueta preta,e com um guarda-chuva quase sendo arrastado pelo vento, e as botas todas encharcadas peguei um ônibus em direção à estação mais próxima..destino? ah. A casa da pessoa pela qual eu estava talvez..meio apaixonada?

O que os sentimentos não fazem com a gente..ah,como eu odeio me apaixonar por gente errada que não merece nada vindo de mim.

Milhões de desculpas,saída com os amigos e o  velho ditado "já está tarde" quando bem no fundo ele apenas me trocara por outra garota,quando eu faria tudo para te-lo por perto..

Eu queria me molhar,me encharcar. Fingir que toda aquela "água" que caia do céu,esconderia meus olhos cheios de lágrimas..voltei para casa com os cabelos molhados,e meu pequeno irmão perguntando o que havia acontecido. 

Eu queria lhe dizer que sua irmã mais velha gostava de brincar na chuva.  

" Mas não conte ao pai e a mãe. Eles vão ficar preocupados numa possível gripe,e me achar louca por querer me molhar na chuva quando todos estão acompanhados de guarda-chuvas ou andado de carro "

Caros pais..que só querem nos ver feliz. Tudo bem,sempre fiz pior do que me jogar na tempestade e pegar uma gripe. Eu costumo mergulhar fundo em pessoas incertas,e no final ser trocada e não valorizada..mas olha,eu estou bem. 

Assim como uma fraca gripe nunca matou ninguém com o uso de remédios..eu tenho meus remédios para decepções..não,não é droga,nem bebida. É um remédio que funciona melhor que tudo..o tempo.

Ele nos mostra que ninguém vem em nossa vida  sem motivo,ele nos mostra que sempre a algo a ser aprendido,e que sempre haverá alguém melhor..ele nos mostra que tudo,absolutamente tudo passa,não importa o quão dolorido seja.

Porque dolorido mesmo é não valorizar aquele cheirinho gostoso de café pela manhã,aquela amizade que lhe faz sorrir com uma boa conversa,aquele dia em que você se olhou no espelho e se achou linda,aquela festa na qual você voltou feliz depois de tanto dançar,aquela comida preferida que sua mãe fez para te agradar..

Porque felicidade está nos pequenos momentos e vem para quem sabe valorizar e agradecer o que tem.

Mas eai..quando você vê a chuva molhar as janelas de sua casa..o que vem na sua mente?

Se eu contasse um por um tudo o que a chuva me fez lembrar este texto jamais teria fim.

Mas a chuva é só mais um elemento que faz parte da vida,que assim como todo o resto..traz lembranças ruins e também boas.

Assim como tudo é..a maneira como você enxerga ao seu redor,também pode mudar sua vida.

Você pode reclamar de se atrasar ao trabalho ou molhar sua vestimenta quando chove. Mas outro pode agradecer por poder dormir escutando o som das gotas,ou brincar se molhando no meio das ruas..tudo é questionável,seus olhos moldam sua vida.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Hoje.

Hoje ela não quer sair de casa,e se for sair é só para procurar aventura noturnas para preencher a vontade de ter você.

Hoje ela se perfumou e vestiu aquele vestido curto pensando nele. ( Pensou em cada botão sendo aberto por as mãos dele )

Na frente do espelho olhou se por cada detalhe,ao som de algum rap lento ela remexeu seu corpo na intenção de seduzir.

Se sentiu muito mais mulher do que sempre,ela aprendeu se amar,mas no fundo o que mais queria era alguém que pudesse notar seus desejos.

No tapete da sala deslizou suas próprias mãos na  coxas na falta de alguém tocando a,resolveu jogar se na noite e embriagar se numa tequila 40% pura para ser tão forte quanto suas intenções e sentimentos.

Chek Mate. Ser forte e independe era o que ela deixava transparecer..mas quem não sente falta de um beijo numa solitária noite de verão?

Seduzir um amado era a qualidade que ela gostaria de ter..na pista ela dança a todos os tipos de som,mas desvia de todos a quem tenta agarra-lá pela cintura. Porque para te-la é preciso ir com calma.

Um beijo lento,uma troca de olhares,um toque fraco..mas recheado de segundas intenções.

Ela gosta de mistura,de romance e sacanagem. De lento mas não tão demorado,de rosas brancas e um chocolate,um ciúmes ali sem nada que a prenda como uma gaiola.

Ela é ela,com todas suas qualidades e defeitos. Ela só quer um olhar seduzente que note seu sorriso mas seu corpo tembem.

Hoje,e todos os dias. Ela é assim..eu sou assim.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Obrigada.


" Posso emprestar seu chuveiro? "

" Fique a vontade. Tem toalha pendurada naquela cadeira ali. "

" Obrigada "

Uma noite a sós,você e eu. Eu e você em seu apartamento.

Aquele amigo que eu sempre cultivei sentimentos proibidos,a mais não qual eu não poderia. Até porque eu não poderia me apegar a ti certo? não seríamos nada a mais que somente amigos não é?

Dizia você a mim. 

Meu coração e corpo construíram uma dependência ilegal por você,na qual deixam meus dias incompletos se meu celular deixar de  vibrar com uma mensagem sua. 

Na qual enlouquece me  sempre de saudade,deixando me a imaginar que eu não fosse tão importante quanto às "outras" em sua vida. 

Um enorme ciúmes sem sentido..eu não poderia sentir isso pois nunca teremos um relacionamento sério..certo?

Mas tudo bem. Eu sei cobrir isso,sei disfarçar como ninguém que tudo está em seu lugar.

Pois perder a  amizade era o que eu menos queria,mesmo que apenas como amigos,eu ainda poderia ter te ao meu lado..nossas longas conversas de todos os tipos,seus convites inesperados a todos momento.

" vamos beber amanhã? "

" vem até minha casa para comermos? "

Aceitei sem hesitar. Pois sua companhia era o que eu queria,e amigos não fazem nada demais a sós não é mesmo?

Tentei acalmar me ao lembrar que estava tirando todas as minhas roupas e prestes a adentrar o chuveiro na casa de um homem.

Fechei a porta,deixando que a água morna percorresse todo meu corpo enquanto aos poucos ensaboava todas aa regiões,sentindo me leve e relaxada ao constatar um aroma de limpeza e rosas impregnar o ambiente.

Tentei ao máximo concentrar me em tirar de mim o cansaço acumulado e as impurezas da cidade grande.

Mas fora impossível não imaginar como seriam seus dedos percorrendo cada pedaço de minha silhueta,seus lábios aos quais sempre foram tão atraentes a mim,encontrando se aos meus numa melodia lenta e deliciosa.

Seu aroma adocicado se prendendo a minha pele debaixo do chuveiro que aqueceriam nossos corpos nus.

Quando dei me por conta permanecia com os olhos fechados,meu corpo deveria já se encontrar sem vestígios de sabão pelo longo tempo ao qual permaneci viajando em sua companhia ali ao meu lado.

Abri meus olhos bem devagar (...)

Colei minhas costas brutalmente ao sentir sua presença em minha frente.

Minhas pernas tremeram,meus olhos percorreram os seus ,que observavam me por inteira dando me arrepios pela intensidade com que percorriam me por inteira.


      " O-que?! ...está brincando comigo agora? sempre achei que não teríamos nada .. "


Seu sorriso,daqueles alinhados e mais perfeito tirou me do sério,e naquele momento eu esqueci de tudo..apenas fechando novamente os olhos ao sentir sua boca sobre a minha ...

-----

Despertei na madrugada,onde me encontrava assustada e sentada em minha cama,o mesmo quarto de todos os dias..você não estava ali,então voltei me a realidade das algumas semana em que você ignorava minha ultima mensagem,havia esquecido de minha existência e já outro alguém ocupava seu tempo. 

Suas brincadeiras,telefonemas,enormes conversas,promessas,convites podem até me fazer falta.

Mas sei que assim melhor será,você nunca mereceu meus melhores sorrisos,minhas declarações,o tempo gastado,minhas confissões e nem nada que viesse de mim. 
          
Se o amor próprio tem de vir sempre à frente,então digo quanta sorte teve você de conhecer meu mundo e minhas partes mais profundas (...)

Você é aquele instante de felicidade que veio apenas para me mostrar qual caminho não seguir.

Então..obrigada. 

sábado, 19 de março de 2016

Me diga.

       

Diga me o que fazer para tirar o sabor dos teus lábios de mim?

Qual a mágica e o feitiço usado? Diga me.. poucos segundos em que nossas bocas se encontraram foram o suficiente para ter me totalmente encantada por você.

" O que acha de dar me um beijo? "

Pouquíssimas palavras,quase nenhum ato. Boba e cega o suficiente para entregar me tão facilmente a ti.

Corpos colados,seu perfume grudado a mim,suas mãos convidando me para uma dança qualquer.

Cada detalhe invade minha mente a todo instante sem explicação certa,a típica teoria do " amor à primeira vista "

Bebidas,festas,loucuras,inúmeras pessoas,a típica história na qual a doce garota se acaba perdida nos encantos de um garoto do tipo que não deve se apegar,daquele caso que deve ser apenas de mais uma noite.

Onde termino me perguntando o porquê de ter sido usada como alguém qualquer depois de poucos e meros beijos..

Os olhos observando te ir atrás de outra,as mãos tremendo,a solitária companhia do sofá,a vontade de sair correndo para bem longe.

" O que eu fiz de errado? "

Me diga..como excluir do celular aquela música que faz me lembrar de ti? como apagar os poucos instantes contigo? ..como voltar ao tempo onde preferia ter negado me a ti ao invés de acabar desta forma?

Me diga..fui tão fácil a ti? apenas um troféu,mais uma conquista a mostrar aos amigos?

Não..não me diga mais nada.
Levarei tudo como mais uma brincadeira da vida,sairei por aí com um belo sorrio acompanhado de meu batom vermelho.

Bem perfumada,arrumada e preparada.

Colocarei seu nome como um qualquer a mais de minhas aventuras noturnas.

Pois meu problema sempre foi esse,mergulhar fundo  em pessoas e acasos rasos.

Atrair e entregar se tão facilmente as paixões e atrações por quem não devolverá nada em troca.

Mas...ainda bem que existem outros dias,outros sorrisos,bons corações,um mundo inteiro para apaixonar se.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Amante da noite.



" Sempre senti um amor inexplicável pela noite,mais ainda pelo brilho da cidade com a ausência da luz solar (...)

Sabe aquelas fotos clichês,em que a iluminação do grande centro,dos enormes prédios e dos carros em uma movimentada avenida se tornam bolinhas coloridas

 ( que eu não sei o nome até hoje,risos)
 desfocadas? ou das pessoas cheias de estilo fazendo pose com uma bela vista noturna a sua atrás? Então. Elas me encantam.

O céu todo escuro,as horas tardes parecem trazer uma dose de aventura e adrenalina consigo. 
Pois não são nas horas em que acontecem coisas na qual " crianças " não são autorizadas a ir? na qual muitos vão dormir e apenas os mais aventureiros continuam acordados? 

As ruas cheias dos bares das musicas por todo lado,a hora dos comércios fecharem e o entretenimento dos amantes da madrugada se abrirem para o início de muitas festas,dos mais badalados lugares.

Mas " amar a noite " não é apenas coisa de aventureiro,há também a parte caseira..e romântica? (...)

Pois a madrugada também é eleita o melhor momento para aquela maratona de séries,filmes,com direito a ficar debaixo de cobertores ao lado de uma mesa repleta de doces e besteiras.

Mas quem nunca sonhou em passar ao lado de seu amado,em seus braços observando as estrelas?
Fazendo do banco de carro uma cama,o veículo de quarto,ou um gramado forrado com uma manta de lugar para dormir?

Trocando vários beijos,e carícias das formas mais gostosas com apenas a iluminação da galáxia?

Mas talvez o maior motivo por eu ter me apaixonado ainda mais pela ausência do sol,seja porque eu te conheci as 00:00 naquele dia (...) " 


Escrevia ela enquanto observava com o coração pulsante, aquele que ela sempre foi apaixonada dormir tranquilamente sobre suas pernas.


" Acaricie seus macios fios alaranjados,encantada em poder estar tão próxima de quem sempre tirou me o fôlego até com apenas um olhar,ou uma mordida nos lábios.

Sorri com as lembranças ainda gravadas em minha mente,nosso primeiro beijo no qual fez me sentir uma explosões de sentimentos inexplicáveis.. "



           — Porque tanto me olhas?


" Vi seus olhos castanhos se abrirem,ainda sonolento o mesmo sorriu selando rapidamente nossas bocas. " 



            — Só estou admirando sua beleza ... (risos)



" Sua resposta não fora em palavras,mas novamente um cálido,quente e molhado beijo fez se o encontro de nossas bocas,tirando me o ar .."


             — Meu doce. Já é meia noite! fazem exatamente 3 meses que nos conhecemos.. 3 meses do encontro que mudou a minha vida.



             — Talvez seja por esses e tantos outros motivos que eu amo a noite.