sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Aventura a dois.

Leia ao som de: John Mayer - Slow dancing in a burning room <3.


Fugimos de casa pela noite enquanto todos dormiam,sem roteiro de viagem,procurávamos apenas uma dose de aventura e momentos a sós,entre a correria da rotina diária e pessoas que costumavam dizer demais ao ver nos juntos.
Entramos no carro,o rádio tocava seus clássicos antigos preferidos,observar te dirigindo enquanto conversávamos aleatoriamente trazia me tranquilidade no coração,eu viajava em teu olhar,admirava teus traços,você brigava comigo ao mesmo tempo ria por mim registrando aquele retrato tão perfeito ( você )  em minha frente pela câmera,quando o sinal indicava a cor vermelha podia sentir seus dedos entrelaçados aos meus.
Parou o carro num grande espaço onde viajantes e caminhoneiros pareciam descansar antes de dar continuidade a seus destinos,achei que faríamos o mesmo..
mas ele soltou algumas meras palavras 
– Chegue mais perto. Puxou me para seu colo,passando levemente seus dedos entre meus cabelos,meus lábios,num olhar apaixonado que parecia queimar de desejo,deixou meu rosto mais próximo,beijou me lentamente,em um ritmo que expressava a musicalidade de uma melodia romântica,mas um tanto pervertida.
Suas mãos desciam por meu corpo,pelas curvas que você costumava dizer que gostava,trazia me cada vez mais para ti,entre nossas respirações ofegantes que faziam "fumaça" nos vidros,disse que eu te fazia muito bem,de um jeito especial como ninguém.
Aconcheguei me em ti,enquanto contávamos as estrelas que iluminavam as janelas do carro,e continuávamos pela estrada sem rumo escolhido,encontraríamos um outro lugar para gargalhar na companhia de um ao outro e talvez alguns copos de bebida,aquelas besteiras de mercado que você adora,eu adormeceria em seus longos braços até as luzes naturais tomarem conta do ambiente e dizer nos que era hora de voltar para casa,o que não significava uma despedida,pois eu te queria sempre mais.




Nenhum comentário:

Postar um comentário