sexta-feira, 31 de outubro de 2014

A distância não impede.


Texto decidido a uma amiga. <3



“ E ele se foi,fazendo com que quilômetros de distância nos separasse,impedindo que eu pudesse estar ao seu lado como antes.
Ainda lembro exatamente dos últimos segundos de você aqui,de segurar suas mãos que enxugaram minhas lágrimas em tempos ruins,que me aqueceu nos dias frios.
Daquele seu abraço que eu sempre queria,apertado,protegendo me de todos os maus.
Ouvir sua voz ao telefone me acalma,melhora em muito o dia. Mas ainda há horas em que o coração implora pela sua presença por perto,olho nossas fotos e as lágrimas caem  automaticamente,da saudade que não cabe dentro,e então se escorre por fora.
Seu sorriso me acompanha por pensamento todas as horas,não há nenhum momento em que eu deixe de pensar em você.
Mas o importante é que  mesmo estando longe,nada irá impedir nosso amor.
Eu te amo,e sei que logo estaremos juntos de novo. ”




segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Ressaca da paixão?



Era daquelas  noites  em que saímos com os amigos,afim de beber e aproveitar a madrugada ao máximo,de cabeça leve e a alma pronta  para se divertir até o relógio indicar que a manhã invadiu o céu.
A sensação boa de liberdade subia por minha pele a todo momento,me soltará como não fazia há tempos.
Minhas memórias  poderiam ter sido apenas da certeza de haver sido mais um dia gostoso que iria se acrescentar no ano,se eu não tivesse te " conhecido por poucos minutos. "
Juro que não faz sentido nenhum,nem eu me entendo agora,mas cada segundo desde a hora em que você sentou ao meu lado,colocou suas pernas na mesa a frente como eu fazia,e disse algumas palavras está registrada aqui dentro.
Nossos lábios não se tocaram,nem ao menos tentei nada,mas ainda lembro do seu perfume marcante,sua expressão,sua voz em meu ouvido.
Esse é o efeito do álcool? nos faz querer ter por perto de novo quem vimos pela primeira vez por pouco tempo?
Acho que a culpa é minha mesmo,por não tirar alguém que pouco conheço  do pensamento.
É,essa sou eu,garota estranha que se apaixona até por alguém que vi por meros minutos  em uma festa.
Mas ainda acredito no ditado clichê de que nossas " loucuras " da época jovem,traz as melhores lembranças na velhice,e nos fará  saber que disfrutamos  muito bem da adolescência.



sexta-feira, 17 de outubro de 2014

De tirar o fôlego.






“ Fazia dias que não o via.
A cada hora que se passava,o coração pedia mais e mais,para entregar-me totalmente a ele,e desistir dessa guerra entre a mente e a vontade,por qual o desejo sempre seria maior que a consciência em viver sã,sem nem precisar de alguém.
Eu andava em pequenos passos,esperando encontrá-lo naquele imenso prédio,onde eu faria algo para atrai-lo,mesmo sem nenhum plano em pensamento ainda.
Quando as portas do elevador abriram,senti uma ansiedade se espalhando por mim. Ele me olhou,olhei o de volta mordendo meu lábios.
A adrenalina em tentar algo mesmo não sabendo se o outro corresponderia de volta,se estampava em nossos rostos,mas nenhum de nos dava o primeiro passo.
Arrisquei..

  - Você sabe que..

Antes que eu pudesse continuar,ele  empurrou seu corpo contra o meu na parede,num daqueles beijos longos de tirar o fôlego,o ar,no sabor de ele parecia expressar que não queria parar. Colocando meus braços para trás,dominando-me.. ”

Confesso que ainda sou uma  pessoa que imagina várias cenas que me tirariam o ar em segundos,aquelas que todo mundo diz que só existe em ficção,mas eu não penso assim.
Sinto falta do intenso,do profundo,de ter alguém por quem eu  desejaria beijar e estar do lado a cada instante.
" um ser " capaz de ocupar meu pensamento pelo dia todo,botar um sorriso enorme em mim  apenas estando presente.
Tudo isso pode até tirar a concentração do dia-dia,mas que da saudade de ter,da sim. 

sábado, 11 de outubro de 2014

Fogo que não se apaga.


This is totally cute


Se eu pudesse te conquistava só com olhares,iria te atrair apenas mostrando num sorriso inocente,que a peça perdida de meu quebra-cabeça é você.
Observo-o em tal distância dês da manhã até o entardecer.
 Você ri na companhia dos amigos,eu num outro lugar também sorrio. Mas dentro de meu verdadeiro olhar,nos já teríamos saído dali de mãos dadas,para onde ninguém mais poderia ver.
O sol no fim do dia,reflete das janelas aos seus olhos castanhos,que direcionam-se atentamente ao celular.
Tento adivinhar sua expressão,músicas que se passam no momento,o nome daquela garota que você troca mensagens.
Novamente, bem no fundo de meus pensamentos,eu estaria próxima a ti apreciando cada detalhe seu,sentindo meu corpo aquecer-se de desejo,felicidade,com você ao meu redor.
Só queria confessar,que você é aquela pessoa por quem tenho uma dessas quedas,paixonites bobas,mas que nunca consegui tirar daqui de dentro.
Como um fogo que não incendia tudo, nem arde,mas também não se apaga facilmente.





segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Quando você invadiu meus sonhos.


Hoje acordei com uma incomum vontade  de te beijar.
 Amanheci ainda sentindo o sabor daqueles lábios vermelhos carnudos sobre os meus,você me puxou rapidamente para ti,num beijo de ritmo rápido e intenso. Como se me queresse há muito tempo e  soubesse que eu te queria também.
Eu parecia totalmente despreparada,alguém que não esperava por isso. Com minha cabeça em suas pernas,te olhei esperando mais surpresas.
Abri os olhos pela manhã chuvosa,me questionando  porque aquilo teria de ser um sonho,assustada por ter sido tão real,procurando a causa de a pessoa por quem eu procurava evitar pensar resolveu invadir meu sono.
Aquelas cenas dominaram meu coração,refletiram minhas vontades,assim passava horas tentando se lembrar dos detalhes de poder sentir um pouco de você,mesmo que tivessem sido por meros segundos passageiros.
Me descabelava,andava de lado a outro,pulava na cama negando a mim própria o que brotava aqui dentro.
Talvez esse sonho veio me acordar da tentativa falha de excluir-te dos meus pensamentos. Mas essas palavras não significam que irei viver para te conquistar,sou apenas a garota que sonhou com o cara errado,na hora errada.