sábado, 31 de maio de 2014

Incompleta.


Na escuridão da noite,iluminada pelas luzes coloridas da cidade,andava lentamente.
Passos pequenos,pensamento longe,coração vazio,ela se sentia incompleta.
Perguntava a si própria  oque ele estaria fazendo,por onde esteve.

" Seu rosto,sua boca,seus olhos,cada parte se fazia presente em minha mente a todo momento,faria muito para te-lo agora. Oque sinto não tem nome.
Sei que meus desejos aumentam,e só ele pode completar tudo que falta aqui dentro. "

Continuava a caminhada,enquanto ocorria uma guerra entre seu corpo que insistia em procurá-lo,e sua consciência dizendo ser perca de tempo,afinal ele não sente nada.

" Ah se tu me desejasse como te desejo,resistir não estaria em meus planos,talvez me entregaria por inteira,sem pensar. "

Seu corpo se arreapiava com tais possibilidades.

" Mas não tenho garantias. Muitos me dizem ser provável não sentir nada por mim,e tudo oque imagino ser tudo uma grande ilusão.
Então oque me resta é isso. Esperar,e acreditar no tempo,porque dizem que oque está escrito para ser,nada impede. "

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Tango.



*leia ao som de Jasmine Sullivan - Bust your windows

Percorria meus olhos por todos os lados,esperando encontrá-la naquele imenso salão. Na multidão entre tantos casais formados,saltos em filas,o tango foi iniciado.
Fui levado no ritmo,junto de minha parceira.
Rodopios dos belos vestidos vinhos e clássicos,avistei seus cabelos ruivos,em um tecido verde cintilante que destacava seu rosto.
A envolvi firmemente em meus braços,deslizando meus dedos por sua cintura,ela disse meu nome surpresa ao me ver. Deslizamos pelo salão,entrelaçando nossas mãos,em movimentos de jogá-la no ar.
Suas pernas se cruzavam rapidamente,alongando como uma bailarina.
A coloco para trás,o som dos aplausos começa.

*texto inspirado na cena " The broken tango " do filme Step Up 3*