sexta-feira, 8 de março de 2013

Tentando me conquistar? / Parte 7

- Me deixe entrar então.

Ele foi para o seu quarto,e eu para o meu.
Mas não consegui dormir,pensando que ele estava bem perto de mim,estavamos separados por apenas um parede.


Fiquei olhando pelo buraco da porta para ver se conseguia ve-la.
Oque sera que ela está pensando?
pensando em mim,ou naquele homem que ela trouxe aqui da ultima vez?

- Acorde!

- Ainda é 8:00 da manhã.E hoje é..domingo!

- Por isso mesmo!,vamos para algum lugar!

- Álias..como entrou em meu quarto?

- Achei a chave na cozinha.

- Porque continua a me perseguir?,tanto fez que ate morando comigo está.

- Preciso te conquistar.

-Porque?,eu fui a primeira mulher a te reijeitar e a te odiar?

- Talvez isso..não sei,só sei que eu quero.

- Eu não sou um brinquedo,tenho sentimentos!,e não quero entrar para a sua lista de mulheres consquistadas.

- Você não é um brinquedo qualquer,nem uma mulher qualquer.

- Você deveria parar de usar assim as mulheres,pelo jeito você não entende que isso magoa muito.

- Como sabe?

- Pense se estivesse no lugar delas.Como se sentiria?


Todos querem viver sem compromisso as vezes,aproveitar o máximo a juventude.
Mas ao ponto de magoar pessoas já é infantilidade.
Odeio homens assim,infantils,egoistas,e só querem "pegar,usar e largar".
E ele é assim,porque?











terça-feira, 5 de março de 2013

Esqueci de te esquecer.

Ela pensava que ele era diferente,mas se enganou.
Se envolveu muito,enquanto oque ele desejava era apenas amizade,ou talvez ate menos que isso.
Sentada no banco do ônibus,voltando para casa,ela lembrava das pequenas coisas que fizeram dos dias normais,os mais especiais.
Aquela menssagem boba da tarde,aquelas conversas,até o papel de bala que ele deu,ela guardou.
Colocando o seu fone de ouvido,e dando o "play"
na música,que ela costumava dizer para suas amigas que um dia iria mostrar para ele e chamar de "nossa música"
O ônibus para,olhando para a janela,ela reconhece o parque,sim. Onde eles haviam conversado pela primeira vez,em um passeio da escola.
A viagem segue,a música acaba,e uma menssagem de um contato anônimo chega:
"Garota,menina,princesa.Enxugue essas lágrimas,e guarde essas lembranças em uma caixa trancada.Novas pessoas irão aparecer,aproveitei mais a vida."

Quase chegando em sua casa,ela abre a janela,e joga fora todos os papeis,e exclui todas as menssagens.

-Amiga,vamos sair hoje?,preciso me divertir,e recuperar todo esse tempo que perdi.