sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O viajante

Ele estava no onibus a caminho de mais uma aventura.
Tinha viajado varios paises acreditando que o destino-o levaria ate o seu amor.
Ele tinha olhos cor-de-mel,cabelos castanhos caidos e um sorriso simpatico.
Varias mulheres ja haviam sido comquistadas pela sua simpatia,mas nenhuma-o conquistou.
Ele procurava alguem que sentisse o seu coracao,ao inves de olhar para a sua aparencia.
Ouviu dizer que Paris era a cidade do amor,mas la nao encontrou nada alem de casais extrangeiros apaixonados.Dessa vez ele ia rumo a um lugar que nem mesmo ele sabia o nome,comprou qualquer passagem e entrou em qualquer onibus.
Ja era quase noite quando chegou ao destino: Era uma  pequena cidade com predios e casas antigas.
Desceu do onibus ansioso para descobrir oque-o esperava.
Era dia de festa,a cidade estava toda enfeitada,as pessoas estavam conversando e dancando,diferentes cheiros de comida passavam por ele.
Observou com curiosidade tudo  a sua volta e resolveu conhecer um pouco das pessoas.
Avistou uma moca de cabelos ruivos,ela estava tocando uma Harpa.
Seu perfume leve e sua elegancia chamou a a atencao dele.
Ela era uma garota como outra qualquer,mas ele sentiu algo que nao-o deixava tirar os olhos dela.
Encantado com ela,pensou consigo mesmo;
-Encontrei o meu destino.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Aborrescencia [adolescencia]

Sim,estou na época da aborrescencia como dizem os meus pais.
Quando a gente fica nervosa por coisa boba e sempre acha que os nossos pais estão errados.
Quando o coração erra muito e a gente se magoa com aquelas paixonites bobas.
As responsabilidades tambem começam a aumentar e ficamos desesperados em busca da faculdade perfeita.
Planos,sonhos,a futura mansão e  o maravilhoso casamento,se tornão um objetivo.
Nessa parte da vida que ter o corpo perfeito é como uma obrigação.
uma fase tão complicada,mas ao mesmo tempo boa de se viver.